XXXI Concurso de Violão Souza Lima Online 2020

 

Data: 21 e 22 de novembro de 2020 (sábado e domingo)

Data limite para inscrições: ENCERRADAS

 

 

Coordenação Geral: Antônio Mario da Silva Cunha

Coordenação Artística: Sidney Molina

Banca Examinadora: Sidney Molina (São Paulo, SP), Cristina Tourinho (Salvador, BA) e  João Luiz Rezende Lopes (New York, NY).

 

jurados concurso de violão

SIDNEY MOLINA nasceu em São Paulo, Brasil. Estudou violão e composição com Manuel Fonseca, Armando Vidigal, Edelton Gloeden e Ricardo Rizek. É bacharel em filosofia (USP), mestre e doutor em semiótica (PUC-SP), coordenador da Pós-Graduação em Violão: pedagogia e performance da Faculdade Santa Marcelina, além de professor FMU/ FIAM-FAAM, em São Paulo e do Instituto Estadual Carlos Gomes, em Belém (PA). Molina é o coordenador artístico do Concurso de Violão Souza Lima desde 2010. É fundador Quarteto de Violões Quaternaglia, com o qual tem se apresentado em turnês pelo Brasil, Estados Unidos, América Latina, Europa e Austrália. Como solista apresentou-se em 2008 no Suntory Hall de Tóquio (Japão). Idealizador e apresentador de séries de programas veiculados pela Rádio Cultura FM de São Paulo, palestrante convidado em instituições como USP, Unesp, Unicamp, Yale University, Jacobs School em Bloomington (Indiana), Texas Christian University, Columbia University, Hunter College e Conservatório de Coimbra. É autor dos livros Mahler em Schoenberg: angústia da Influência na Sinfonia de Câmara n. 1 (2003) e Música Clássica Brasileira Hoje (2010) e crítico de música do jornal Folha de S. Paulo.

CRISTINA TOURINHO ingressou no Instituto de Música da Bahia, onde estudou com Josmar Assis e, quando saiu, em 1975, era “Professora de Violão” pela Universidade Católica do Salvador. Fez nova graduação na Escola de Música da UFBA e, concursada, passou a dar aulas em 1982. Tem Mestrado, Doutorado e Pós-Doc em Educação Musical. Dedica-se ao ensino de violão (individual e coletivo), com foco na iniciação instrumental. Apesar de aposentada, continua atuando como orientadora de Mestrado e Doutorado na Pós-Graduação da EMUS.

JOÃO LUIZ – Duas vezes nomeado para o Grammy Latino, João Luiz é violonista, educador e compositor. Foi aluno de Henrique Pinto e, como membro do Brasil Guitar Duo, venceu, em 2006, o concurso Concert Artist Guild (EUA). Tem atuado em performances nos Estados Unidos, Ásia, Europa e América Latina. Como parte da celebração dos 75 anos do compositor cubano Leo Brouwer, apresentou-se com os violoncelistas Yo-TYo Ma e Carlos Prieto. Suas composições e arranjos têm sido tocados e gravados por Marina Piccinini, Fabio Zanon, Paulo Martelli, Quaternaglia, Paquito D’Rivera e Clarice Assad, entre muitos outros. João Luiz é mestre pelo Mannes College e doutor pela Manhattan School of Music, ambas de Nova York, e tem encomendado e estreado obras de Sérgio Assad, Leo Brouwer, David Leisner, Paulo Bellinati e Frederic Hand.  É professor de violão e música de câmara do Hunter College, em Manhattan, e da Stony Brook University (NY).

 

HENRIQUE PINTO – HOMENAGEADO DO CONCURSO

Henrique Pinto (1941-2010) iniciou a sua formação musical com Sérgio Scarpiello, estudando sucessivamente com Manoel São Marcos, Isaías Sávio, Carlos Barbosa Lima, José Thomaz (Espanha) e Abel Carlevaro (Uruguai). Como professor de violão atuou na Fundação das Artes de São Caetano do Sul, Conservatório Brooklin Paulista, Instituto Normal de Música, Faculdade Mozarteum, Faculdade São Judas Tadeu, FMU/Fiam-Faam, Escola Municipal de Música e Faculdade Cantareira. Participou como professor convidado dos cursos e festivais de musica de Porto Alegre, Montenegro e Vale Vêneto, Caxias do Sul, Foz do Iguaçu, Joinville, Brusque, Florianópolis, Goiânia, Brasília, Campos do Jordão, Salvador, João Pessoa, Campo Grande, Belém, Vitória, Medellín (Colômbia), Cochabamba e La Paz (Bolívia), Santo Tirso e Aveiro (Portugal) e Koblenz (Alemanha). Editou uma série de trabalhos didáticos pela Ricordi Brasileira, e seu livro “Ciranda das Seis Cordas” foi lançado na Itália e é utilizado em escolas de música de vários países da Europa. Como integrante do Violão-Câmara-Trio, lançou em 1989 um LP, que foi considerado pelo maestro Júlio Medaglia “um dos melhores discos de música instrumental do ano”. Coordenou a série de recitais “Projeto-Violão no MASP”, os cursos de técnica e interpretação violonística na Faculdade Mozarteum e Conservatório Brooklin Paulista e foi o criador dos Concursos e Seminários de Violão Souza Lima. Henrique Pinto formou diversas gerações de violonistas brasileiros, entre os quais alguns nomes de larga reputação nacional e internacional. Seu entusiasmo, dedicação e sabedoria transcenderam o ensino de técnica e interpretação, pois o contato com sua arte transformava de modo profundo a vida dos alunos. Levar adiante o trabalho desenvolvido por ele durante quase quatro décadas é o grande desafio da presente edição do Concurso Nacional de Violão organizado pelo Souza Lima. Criado por ele em 1990, o Concurso atinge neste ano a sua 31ª edição consecutiva.

 

 

 

 

 

 

CATEGORIAS

1º Categoria: Violão Solo

I TURNO – Infantil até 11 anos.

Eliminatória (até 10 minutos no total)

– Uma peça escolhida do livro Ciranda das Seis Cordas, de Henrique Pinto.

– Uma peça de livre escolha.

Final (até 10 minutos no total)

– Uma peça escolhida do livro Iniciação ao Violão volume 2, de Henrique Pinto.

– Uma peça de livre escolha.

II TURNO – de 12 a 14 anos.

Eliminatória (até 10 minutos no total)

– Um estudo de Leo Brouwer.

– Uma Peça de livre escolha.

Final (até 10 minutos no total)

– Uma peça de livre escolha de autor brasileiro.

– Uma peça de livre escolha.

III TURNO – de 15 a 17 anos.

Eliminatória (até 10 minutos no total)

– Um estudo de Fernando Sor.

– Uma peça de livre escolha.

Final (até 10 minutos no total)

– Uma obra de Heitor Villa-Lobos.

– Uma peça de livre escolha.

IV TURNO – de 18 anos em diante, sem limite de idade.

Eliminatória: (Até 10 minutos)

Peças de livre escolha.

Final: (Até 15 minutos)

Peças de livre escolha, sendo pelo menos uma obra de compositor brasileiro.

2º Categoria – Duos, Trios e Quartetos de Violões: não será realizada em 2020

REGULAMENTO CONCURSO DE VIOLÃO

1– O programa deverá ser apresentado de memória, pela plataforma zoom, em forma remota, ao vivo (em tempo real).

2– As provas eliminatórias de todos os turnos e categorias serão realizadas no dia 21 de novembro de 2020 (sábado) e as finais no dia 22 de novembro (domingo). O link de acesso será passado aos candidatos uma semana antes da realização das provas. as provas serão transmitidas pelo canal do Youtube do SL.

3– As provas terão início às 9h (horário de Brasília) nos dois dias.

4– A Comissão Julgadora será constituída por músicos de reconhecida idoneidade e competência.

5– As decisões da Comissão Julgadora são soberanas e irrecorríveis.

6– Os candidatos deverão entrar no link de zoom do concurso 10 minutos antes do início das provas.

7– Os candidatos terão de enviar as partituras das peças que irão executar em formato pdf até o dia 16/11, uma semana antes do concurso, para que as mesmas possam ser analisadas pelos jurados.

8– A taxa de inscrição no concurso é de R$160,00, e pode ser paga com cartão via paypal ou pagseguro.

RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS:

1) a câmera do computador ou celular deverá está posicionada horizontalmente, em distância suficiente para mostrar claramente ambas as mãos dos candidatos.

2) os candidatos deverão estar sentados confortavelmente, podendo utilizar apoios de pé ou suportes para facilitar o posicionamento do instrumento; devem também afinar corretamente os seus respectivos violões.

3) o zoom do candidato deve ser programado para habilitar a função SOM ORIGINAL (turn on original sound), que aumenta bastante a qualidade da captação sonora (a equipe do SL poderá orientar o candidato caso haja alguma dúvida).

4) é recomendável ao candidato buscar a melhor conexão de internet possível para realizar as provas; caso a prova não possa ser realizada por problemas de conexão do candidato, não haverá como a banca atribuir nota e/ou classificação.

 

PRÊMIOS

I turno: Troféu e Certificado Souza Lima para os 1º, 2º e 3º colocados.

II turno: Troféu e Certificado Souza Lima para o 1º, 2º e 3º colocados.

III turno: Troféu, Certificado Souza Lima para o 1º, 2º e 3º colocados e Porcentagem de Bolsa para o Curso Técnico Souza Lima: 30%.

IV turno: Troféu, certificado Souza Lima para o 1º, 2º e 3º colocados e Porcentagem de Bolsa para o Curso Técnico Souza Lima: 30%.

– O Conservatório Musical Souza Lima, a Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP Tom Jobim) e o portal Violão e ponto oferecem datas em 2021 para recitais com um (ou mais) dos violonistas premiados no Concurso de Violão, a critério da Banca Julgadora.

Carvalho Lutheria, que tem a assinatura do luthier Samuel Carvalho, um dos mais respeitados do Brasil, oferece violões artesanais como prêmio a destaques do XXXI Concurso de Violão Souza Lima (a critério da Banca Julgadora). Serão três instrumentos, modelos TS1, TS3 e TS5, especialmente construídos com o selo de qualidade da Carvalho Lutheria, e que serão entregues até (no máximo) o mês de janeiro de 2021.

 

Data limite para inscrições: ENCERRADAS

 

Hora de Início

09:00

21 de novembro de 2020

Tempo de conclusão

21:00

21 de novembro de 2020

Endereço

Unidade Paraíso: Rua Maria Figueiredo, 560, Paraíso, São Paulo/SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat