Ciro Visconti – Guitarra e Coordenação

Ciro Visconti – Guitarra e Coordenação

Ciro Visconti é músico guitarrista, compositor, arranjador, educador e pesquisador. Bacharel em guitarra pela Faculdade Carlos Gomes e mestre em música área de Processos de Criação Musical pela ECA/USP.

É guitarrista da banda Diafanes, com a qual já lançou 3 álbuns e fez 5 turnês pelos EUA (tocando em diversos estados e em grandes festivais como o SXSW e Cherry Blossom Festival). Pelo seu trabalho junto a banda, em 2009 foi premiado nos Estados Unidos no concurso Web Hordes, realizado pela Guitar Player Magazine e pela Ernie Ball Strings.

É professor do Conservatório Souza Lima desde 1999 onde além das aulas de guitarra, ministra as disciplinas de Harmonia Tradicional, Contraponto, Teoria Musical e Prática de Bandas, além de também fazer parte do corpo docente do curso de pósgraduação da Faculdade Souza Lima em que ministra a disciplina Teoria Pós-Tonal. No Conservatório, criou e é regente da Orquestra de Guitarras Souza Lima, uma orquestra composta por doze guitarristas com repertório exclusivo de obras da música erudita.

É colaborador da revista Guitar Player Brasil, publicada pela Editora Melody.

Pela mesma editora, publicou em 2011 seu primeiro livro Guitar Player Brasil – Série Estudo, Vol. 1, um livro didático de guitarra que aborda questões relevantes para diversos níveis de estudantes. Em 2015, publicou pela Paco Editorial o livro Simetrias nos Estudos para Violão de Villa-Lobos, baseado em sua dissertação de mestrado.

Como guitarrista profissional participou de diversas projetos e bandas, com destaque ao Quarteto de Guitarras Quadrivium – um dos primeiros quartetos de guitarras do mundo com quem fez concertos por todo o Brasil – e ao Pupendicular, banda tributo ao Deep Purple. Participou também do show Brasil: Sonhos Latinos no Japão, país em que morou por seis meses onde também tocou com a banda americana B Flat Sharp.

Atuou como compositor e diretor musical em diversas peças teatrais e ganhou o prêmio Jornada de Musicais do SESC em 1994, pela trilha sonora e direção musical da peça No Tempo Das Apoteoses de Vic Militello. Em 2013 participou de shows formando duo com o cineasta, ator e cantor norte-americano John Cameron Mitchell em que recriaram arranjos e versões para as músicas do filme Hedwig and the Angry Inch.