Uma breve história da Viola Brasileira

joão marcondes

Provavelmente o instrumento mais importante da história da música brasileira, na visão desse pesquisador que vos fala. A viola caipira, viola hoje brasileira, já foi viola de arame em terras lusitanas, e mesmo que tentem abreviar sua importância a viola brasileira se espalha.

Dona de diversas composições de afinações, a viola brasileira é poética. Cada nome que vem para seus sons combinados! É como se as cordas falassem: Rio Acima! Rio abaixo! Cebolão!

A primeira história que se construiu por anônimos, jesuítas, está representada em referências no mercado fonográfico, regidas e pesquisadas na academia!

A viola brasileira é hoje motivo de teses e dissertações, artigos acadêmicos, pesquisas livres que respeitam o ético e o êmico! Quem imaginaria a viola ocupar cadeira em uma instituição tão tradicionalista quanto a USP? 

Digno da notoriedade do musicista e pesquisador Ivan Vilela! Que muito mais que apenas justificar em textos a importância de seu instrumento, justifica através de obras como compositor e intérprete, ampliando os limites que disseram haver pra tão encantador instrumento. Não há limites, na verdade, a viola é o caminho da brasilidade.

Claro, a ação dos jesuítas contribuiu positivamente para o desenvolvimento do Brasil como nação. E ao mesmo tempo diluiu (para ser passivo) a cultura de diversas nações ameríndias. Deixou seu legado por um preço altíssimo. E dos espólios contados, há de se valorizar a viola.

Sobre a série

Essa série já está em seu décimo quarto episódio, procurando alicerçar o conhecimento na primeira observação para um instrumento.

São dezessete instrumentos visitados já que alguns infográficos reúnem duas histórias.

Estamos chegando ao fim dessa breve história que se pretendia contar, faltam apenas dois capítulos.

Aproveite então mais esse infográfico preparado especialmente para nossos leitores, lançado nesse 7 de setembro, não por acaso!

Texto e pesquisa minha, João Marcondes, para design de Jean Forrer.

 

SHARE
Previous articleAs Características do Acordeonista
Next articleO que preciso saber para entrar em uma faculdade de música?
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico das unidades Moema, Alphaville, Ribeirão Preto e Lençóis Paulistas. É idealizador e coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular (extensivo e semi-intensivo), do Curso Técnico em Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, que ocorrem na unidade Paraíso. João Marcondes atua na instituição em tarefas administrativas como assistente de direção, e ainda é diretor da editora Souza Lima. É editor e autor do BLOG Souza Lima, com mais de quinhentas publicações (BR, ES e EN). É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Composições e obras disponível no Spotify, Deezer e iTunes Music.