Todo músico é artista?

artista

Todo músico é artista?

Não! Alguns músicos se desenvolvem como artistas ou estão de fato interessados em realizar arte, outros músicos são operários da música, fazendo da música seu ganho pão, e não há nada errado com isso. Nem todo músico é artista!

Sob o risco de ser criticado é como um excelente pintor de paredes, que cumpre seu ofício com primazia sem se preocupar em refletir ou criar, ou até participar de algo criativo.

Um excelente datilógrafo ou digitador passa longe de ser um escritor. É o que particularmente entendo dentro das ações musicais onde nem todo músico é artista.

Poderíamos discutir que existe uma defasagem no ensino que engessa a criatividade onde de certo modo mora o artístico? Sim! Mas também compreendi ao longo da minha carreira que existem músicos alheios a essa preocupação.

Exemplo?

Como essa geração de professores de voz que vê beleza em imitar uma tradição de canto norte-americana, e fecha os olhos para a forma do canto brasileiro de um João Gilberto destoando dessas estripulias vocais, que chegam ao patético, e que inundam os programas de auditório.

Nas minhas impressões o ser artista, de fato, e não no emprego da palavra que se dá para o entretenimento, é reconhecer o seu posicionamento perante sua área de atuação musical e através desse reconhecimento deslocar-se transitando entre o embrionário e o visionário, sendo possível produzir arte em múltiplas ocasiões.

Vide que a menção constrói-se perante um mundo ideal. Posso estar exagerando, mas dentro dos preceitos que cultivo em minhas aulas e atividades artísticas a definição do parágrafo anterior é incontestável.

Prepara-se para ser artista de maneira umbilical ignorando os programas universitários. Esses programas se esforçarão para reprimir sua criatividade. Nesse aspecto concordo com o filósofo da educação Rubem Alves, em seu livro Estórias de quem gosta de ensinar. A criatividade é a primeira a morrer no processo de aprendizagem musical. Ressuscite-a para a arte.

#VemProSouzaLima?

SHARE
Previous articleComo montar um currículo de músico?
Next articleBacharelado ou Licenciatura em Música?
Primeiro me segue no instagram: joaomarcondesoficial! Eu sou o Professor João Marcondes! Sou coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Também coordeno programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. E coordeno as unidades Moema e Alphaville desde 2010. Também atuo na instituição em tarefas administrativas, como assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. Sou autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Meus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. Sou educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. É diretor e fundador da gravadora BAC Discos! www.bacdiscos.com/ Segue no instagram; https://www.instagram.com/joaomarcondesoficial/