Técnico ou Tecnólogo em música?

joão marcondes

Técnico ou tecnólogo em música?

Possuímos aqui, em nosso blog, artigos específicos sobre os dois programas – o curso técnico em música e o curso tecnólogo em música. De início vale ressaltar que são programas distintos, embora coirmãos. O primeiro, o curso técnico é de nível médio, o segundo, o tecnólogo é de nível superior.

Basear-se na equalização de seu projeto de carreira é a decisão ideal sobre ambos os programas. Quais são seus objetivos?

O tecnólogo, como é um programa de ensino superior, permite (ou pode permitir – dependendo do número de horas que concede o programa), o acesso ao mestrado e doutorado, especializações de terceiro grau são a continuidade típica de pós-graduação.

Ambos os programas, técnico e tecnólogo, possuem a mesma matriz curricular, ou concepção metodológica, ou objetivo: Preparar rapidamente o estudante para o mercado de trabalho! Para atuar como profissional!

Se seu objetivo está em uma carreira acadêmica, o programa tecnólogo é o ideal entre os dois, embora melhor que fosse um bacharelado ou licenciatura em música, que são programas mais densos, com carga horária mais apropriada para quem deseja dedicar-se para a pesquisa.

Há mais variedades e opções de programas técnicos em música – instrumento, canto, produção musical, e até regência. Enquanto no momento existe apenas o tecnólogo em produção musical, disponível no mercado na área de música.

Quer conhecer melhor o técnico em produção musical? Clique aqui!

Opinião pessoal:

O tecnólogo é um programa atrativo, mas que é um meio termo um pouco estranho entre o bacharelado e a licenciatura e o programa técnico, já que para conceder acesso a programas de pós-graduação teve que ampliar a carga horária. Se o objetivo é seguir carreira acadêmica, o programa pelo perfil curricular não atende com profundidade a demanda, prefira bacharelado ou licenciatura.

O ingressante de um tecnólogo precisa ter a disponibilidade de uma graduação pois serão aulas todos os dias. Enquanto em um programa de curso técnico, como se espera ter cursado ou estar cursando o ensino médio, e se realiza apenas uma grade específica de 800 horas com o conteúdo musical, serão dois dias por semana.

Ao ingressante no tecnólogo é preciso ter concluído o ensino médio. Ao técnico não.

E aí? Esse artigo ajudou?

#VemProSouzaLima

SHARE
Previous articleAs Características da Viola Caipira (brasileira)
Next articleO que é ordem dos bemóis?
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico das unidades Moema, Alphaville e Ribeirão Preto. Também é idealizador e coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. João Marcondes também atua na instituição em tarefas administrativas, é assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. É autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music.