Qual a importância de frequentar ambientes musicais para os músicos?

esteja presente

Qual a importância de frequentar ambientes musicais para os músicos?

“Quem não é visto, não é lembrado”. Ouvi esta frase muitas vezes ao longo dos anos tratando da carreira do músico. Mas basta apenas que esteja presente?

Creio que não totalmente, mas é uma ação bastante importante.

A carreira do músico inicia a partir do momento em que decidimos por ela, essa afirmação eu já utilizei em outros textos e circunstâncias aqui do BLOG SOUZA LIMA, e falo continuamente aos meus alunos  para consolidar uma filosofia de trabalho profissional no meio musical precisamos atentar que ao decidir pela profissão, estamos unidos para desenvolvê-la.

Um bom desenvolvimento como aluno faz com que se notem valores passíveis de serem utilizados por colegas no futuro – também estudantes para aquele momento, ou por professores internos, observadores que poderão ser produtores, algo do tipo!

Fazer um bom trabalho desde o primeiro momento é fundamental. Vamos criando uma rede de contatos que precisa ser renovada e retroalimentada. Mas como?

Convivendo com músicos. Assistindo shows. Prestigiando colegas e amigos. Escrevendo peças. Trocando ideias. E se portando de maneira profissional.

Eu mesmo já fui convidado por alguns professores em outros momentos para atuar, e também já convidei alunos, ou ex-alunos, que muito se aplicaram para participar profissionalmente de trabalhos que eu dirigi.

Claro que ninguém gosta de puxa-sacos. E ainda muito menos de pessoas inconvenientes.

É preciso estar nos lugares tanto quanto saber chegar. Respeito é fundamental. Saber se portar como aluno, saber se portar como músico em um ambiente que o protagonismo naquele momento é de outro profissional.

Comportamento

Diferentes atuações do músico em gêneros e estilos determinam como nos portamos para. Certifique em sua rede de contatos questões do comportamento do que se pretende conviver. Diálogo. Estilo. Convirja com outros músicos, mas primeiro observe, e que você esteja ciente do seu valor para que então respeite o espaço do outro.

Se autopromover em cima de outros músicos é um erro cabal, portanto, infelizmente uma má colocação pode tirar você de determinado mercado.

Esteja presente com certos cuidados!

Canja, tocar no instrumento do outro?

O Brasil é normal esse tipo de prática, nos países que conheci não vi tanto. Cada um toca no seu instrumento, e quando há um espaço para uma sessão livre, jam-session, os músicos estão com seus próprios instrumentos.

Em uma canja, uma pandeirista insistente, pediu ao músico da casa, e na forma com que tocava acabou derrubando o microfone do pandeiro, e estragando a noite do outro musicista. Poxa, pra que?

Estar presente é para bater um papo, ouvir o colega tocar e falar de música. Falar de coisas do ambiente, prestigiar, fazer um contato para ser lembrado, não para ser destaque.

Ser presente na internet?

Hoje o estar presente também tem seus meios digitais. Ter mídias sociais, youtube, Instagram, e publicar e produzir conteúdo diário? Eu particularmente não tenho nada disso, o único diário que possuo é o BLOG SOUZA LIMA, onde produzo conteúdo sério todos os dias, é verdade.

Não ter mídias sociais sinceramente pouco tem mudado na minha carreira, até pretendo um dia ter, quando tiver uma agenda um pouco favorável, é muito importante dosar as energias, saber quando fazer, o que fazer.

Não tenho redes sociais, mas tenho site, tenho meus discos nos streaming.

Pouco adianta ter um conteúdo ruim, ou um trabalho desorganizado. Vale pensar a respeito, e ter o percurso que lhe faz contente.

Pense nisso!

O Souza Lima está presente na sua formação de diferentes formas. E para orientar sua carreira, eu mesmo, posso atendê-lo por e-mail ou até presencialmente, é uma resposta gratuita que trazemos em benefício ao mercado.

#VemProSouzaLima

Publicado em 16 de fevereiro de 2018, ampliado e revisado em 14 de setembro de 2020.

SHARE
Previous articleQuais instituições representam os músicos?
Next articleA Intensidade na Partitura
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. Coordena as unidades Moema e Alphaville desde 2010. João Marcondes também atua na instituição em tarefas administrativas, é assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. É autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Seus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. É diretor e fundador da gravadora BAC Discos! www.bacdiscos.com/