Quais os exercícios de leitura relativa?

leitura relativa

Quais os exercícios de leitura relativa?

Inaugurando uma fase nova do BLOG Souza Lima apresento as primeiras atividades direcionadas em um determinado assunto, hoje vamos conhecer como exercitar a leitura relativa.

A leitura relativa propõe estabelecer através das relações entre linhas e espaços da pauta musical e conhecimento intervalar, realizar solfejo com ou sem altura definida. Atribuindo valor ao conhecimento da leitura para múltiplas claves.

Ao exercitar a leitura relativa o estudante compreende mecanismos intervalares. Por exemplo: entre uma linha e um espaço, ou entre o espaço e uma linha, há um intervalo de segunda.

Seguindo a escala mais conhecida, de sons naturais, dó – ré – mi – fá – sol – lá – si – dó, trata-se então de uma relação entre notas vizinhas.

Segundas então de dó para ré se for ascendente, ou ré para dó se for descendente; ré para mi, ou mi para fá; fá para sol ou sol para fá; sol para lá ou lá para sol; lá para si ou si para lá; si para dó ou dó para si.

Feito! Então é preciso conhecer a escala dos sons naturais em movimento ascendente e descendente, tanto dó – ré – mi – fá – sol – lá – si – dó, quanto dó – si – lá – sol – fá – mi – ré – dó. São relações intervalares. O mesmo ocorre para os demais intervalos.

Os intervalos de terça compõem duas linhas ou dois espaços sucessivos.

3ªs – dó para mi se for ascendente, ou mi para dó se for descendente; seguindo a mesma relação ascendente e descendente respectivamente ré para fá, ou fá para ré; mi para sol, ou sol para mi; fá para lá, ou lá para fá; sol para si, ou si para sol; lá para dó ou dó para lá; si para r, ou ré para si.

Os intervalos de quarta compõem uma linha e um espaço, saltando uma linha. Ou um espaço e uma linha, saltando um espaço.

4ªs – dó para fá se for ascendente ou fá para dó se for descendente; seguindo ré para sol ou sol para ré; mi para lá ou lá para mi; fá para si ou si para fá; sol para dó ou dó para sol; lá para ré ou ré para lá; si para mi ou mi para si.

Os intervalos de quinta compõem dois espaços com um espaço livre intermediário. Ou duas linhas com uma linha livre intermediária.

5ªs – dó para sol se for ascendente, ou sol para dó se for descendente; seguindo ré para lá ou lá para ré; mi para si ou si para mi; fá para dó ou dó para fá; sol para ré ou ré para sol; lá para mi ou mi para lá; si para fá ou fá para si.

Os intervalos de sexta compõem uma linha e um espaço com duas linhas e dois espaços intermediários. Ou um espaço e uma linha com duas linhas e dois espaços intermediários.

6ªs – dó para lá ascendente ou lá para dó descendente; ré para si ou si para ré; mi para dó ou dó para mi; fá para ré ou ré para fá; sol para mi ou mi para sol; lá para fá ou fá para lá; si para sol ou sol para si.

Os intervalos de sétima compõem duas linhas, com outras duas linhas intermediárias. Ou dois espaços, com dois espaços intermediários.

7ªs – dó para si ascendente ou si para dó descendente; ré para dó ou dó para ré; mi para ré ou ré para mi; fá para mi ou mi para fá; sol para fá ou fá para sol; lá para sol ou sol para lá; si para lá ou lá para si.

Os intervalos de oitava são compostos por linha e espaço, com três linhas e trê espaços intermediários. Ou compostos por espaço e linha, com três linhas e três espaços intermediários.

A oitava é a repetição de uma mesma nota em altura que dobra ou divide a proporção da vibração. Dó para dó, ré para ré, mi para mi, fá para fá, sol para sol, lá para lá, si para si.

Observe abaixo e realize progressivamente esse estudo, inicie do primeiro e semanalmente prossiga acrescentando um exercício a prática diária. Siga a numeração de compasso, cada nova numeração representa um exercício novo.

Leitura Relativa

#VemProSouzaLima

SHARE
Previous articlePreparatório para Vestibular de Música
Next articleO que é pulso constante?
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico das unidades Moema, Alphaville e Ribeirão Preto. Também é idealizador e coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. João Marcondes também atua na instituição em tarefas administrativas, é assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. É autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music.