Produzir ou arranjar? Qual a diferença?

produzir ou arranjar

Produzir ou arranjar? Qual a diferença?

O primeiro e único estudo que realizei no campo da criação, ou interferência, na obra de outrem, foi de arranjo. No início dos anos 2000 havia apenas cursos que promoviam o conhecimento escrito, como prática de arranjo para os interessados em estudar música.

Em 2004 produzi um primeiro disco de outro artista. E hoje, refletindo sobre o que há de informação musical, entendo que é um disco produzido por arranjo. O que eu mesmo pejorativamente, até, chamo de disco de arranjador.

Disco de arranjador é aquele que só compreende uma ou no máximo duas maneiras para criar variação nos fonogramas. A maneira melódica no uso das introduções dessa espécie, e a maneira harmônica, criando sublinhamentos por re-harmonização, em introduções pelo aspecto harmônico.

A ideia aqui é outra!

Pouco a pouco passei a entender que a música vive sem a escrita musical passando assim a procurar outras maneiras de criar música, de produzir música. Nasceu então o produtor musical, em mim.

Evidentemente que não dispensei meu eu arranjador, apenas o condicionei a interagir com meu eu produtor.

Em curso?

Produzir não é girar botão de programas digitais. Existe um peso profundo em alguns cursos para isso. É um fato. Produzir é muito mais.

Quando criei o curso técnico em processos fonográficos, ênfase em produção musical, pude refletir profundamente sobre essa interação.

A partir desse reflexo concluí que idealmente precisamos ser um tanto arranjadores, e um tanto produtores, sem percentual binário – não é meio a meio, é observar o que precisamos ser quando estamos atuando com a criação.

Ser produtores arranjadores ou arranjadores produtores. Uma ideia acrescenta a outra sem cancelá-la.

Esse é o ponto!

#VemProSouzaLima

SHARE
Previous articleCaracterísticas do produtor musical?
Next articleO Bona é um bom livro de solfejo?
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. Coordena as unidades Moema e Alphaville desde 2010. João Marcondes também atua na instituição em tarefas administrativas, é assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. É autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Seus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. É diretor e fundador da gravadora BAC Discos! www.bacdiscos.com/