O Preço (investimento) de uma faculdade de música?

joão marcondes

Existem faculdades de música públicas e privadas. E o preço de uma faculdade privada de música oscila substancialmente de acordo com seu programa.

Os cursos de Licenciatura possuem apenas atividades coletivas para o corpo de alunos.

O curso de bacharelado em Instrumento é o único programa universitário, entre todas as áreas do conhecimento – humanas, biológicas, exatas -, que possui atividades individuais.

Uma aula de instrumento quando individual é de alta oneração para as instituições de ensino. A mesma hora-aula que atenderia cinquenta, cem alunos, será realizada por um.

Claro, que muitas faculdades particulares e até públicas despistam a questão, oferecem menos horas-aula do que é estabelecido, ou formam aulas em duplas, trios, em grupos até, contrariando orientações do MEC.

Mas ficou caro?

O preço de uma faculdade de música, no campo do bacharelado em instrumento, está relacionado a presença de aulas individuais, ou em grupos pequenos (como práticas de conjunto), a estrutura oferecida pela instituição, e a qualificação do corpo docente.

A marca da instituição no diploma tem um peso. E isso deve ser considerado quando falamos do preço de uma faculdade de música.

As licenciaturas incluindo as de modelo EAD partem de trezentos reais, ou menos, para programas presenciais de até mil e duzentos reais.

O programa de bacharelado parte de mil reais até dois mil e oitocentos.

Considere então:

  1. Avalie o programa pedagógico da instituição. É documento público aventado, solicite a secretaria. Muitas instituições oferecem em seu site.
  2. Verifique a presença de aulas individuais, pois favorecem seu aprendizado.
  3. Valorize aulas em pequenos grupos, como práticas de conjunto, que potencializam sua performance.
  4. Se você possui dificuldades financeiras o que te leva a descartar uma instituição com maior investimento, procure a secretaria ou o site da Faculdade, há programas de bolsa de estudo. Seu sonho dependerá de você, já que bolsas de estudo para programas de música respeitam o seu desenvolvimento, sua aptidão.

Quanto você está se preparando para o vestibular? Muito? Então estude mais. Pratique seu instrumento. E será o fator diferencial para a avaliação de bolsas de estudo.

Não adianta ficar só reclamando! O esforço é seu!

Boa sorte!

 

SHARE
Previous articleQuero ser Músico Entrevista: André Faleiros
Next articleAs características do Baterista
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico das unidades Moema, Alphaville, Ribeirão Preto e Lençóis Paulistas. É idealizador e coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular (extensivo e semi-intensivo), do Curso Técnico em Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, que ocorrem na unidade Paraíso. João Marcondes atua na instituição em tarefas administrativas como assistente de direção, e ainda é diretor da editora Souza Lima. É editor e autor do BLOG Souza Lima, com mais de quinhentas publicações (BR, ES e EN). É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Composições e obras disponível no Spotify, Deezer e iTunes Music.