Pra tocar bem um instrumento é preciso estudar técnica?

técnica

Pra tocar bem um instrumento é preciso estudar técnica?

Venho observando nos anos duas ideias sobre educação musical para instrumento em que atuo como educador, desde 2003, e como coordenador pedagógico do Souza Lima, desde 2010.

Já havia observado as duas ideias como estudante, mas talvez sem dar a devida atenção, para avaliar tive que fazer uma regressão aos meus estudos – algo que me pareceu depois fundamental.

A primeira ideia de educação musical separa os diferentes fundamentos técnicos de um instrumento e os aprimora – alguns pejorativamente a chamam de tecnicista. E a segunda ideia transfere ao repertório a responsabilidade para todo desenvolvimento técnico do estudante.

Essa segunda ideia então acredita que tudo que um estudante de instrumento musical precisa está em seu repertório. Será?

Me encontro entre os que compreendem que o estudo da técnica deve ser consolidado separadamente, em atividades ou exercícios – estudos específicos que individualizam a zona específica de conhecimento técnico. E não entenda, por favor, técnica como tocar rápido.

Recebi alunos ao longo da minha carreira que iniciaram ou passaram por estudos como outros  violonistas, e que ensinavam exclusivamente por repertório. Quase a totalidade deles apresentava problemas de alguma base técnica que refletia em uma má-execução de repertório.

O repertório não é capaz de elucidar todos os problemas técnicos. O repertório precisa ser apoiado pelo estudo dos fundamentos do instrumento.

Eu escrevi exercícios para os fundamentos que considero primordiais ao violão. É um modo de pensar.

Apenas em um estágio muito avançado, estudar repertório como eixo central será proveitoso.

#VemProSouzaLima

SHARE
Previous articleComo lidar com os insultos que os músicos sofrem quando estão no anonimato?
Next articleO que é dó móvel?
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. Coordena as unidades Moema e Alphaville desde 2010. João Marcondes também atua na instituição em tarefas administrativas, é assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. É autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Seus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. É diretor e fundador da gravadora BAC Discos! www.bacdiscos.com/ Segue no instagram; https://www.instagram.com/joaomarcondesoficial/