O que é uma gig para um músico?

gig

O que é uma gig para um músico?

Meu nome é professor João Marcondes, sou compositor, educador musical e escritor. Aqui no BLOG SOUZA LIMA falamos sobre música e hoje vamos falar um pouco aqui sobre o termo do inglês GIG! Me segue no INSTAGRAM!

Gig é um trabalho mais informal, montado na hora, para o músico profissional conforme vivenciei ao longo de toda minha carreira. Tocar sem saber quem serão seus pares, os demais integrantes da banda.

Igualmente a gig é uma atividade profissional com um grau importante de informalidade. Ocorre como em uma apresentação em um bar ou casa noturna em que não temos um repertório ensaiado e tocamos, bem como em uma gig normalmente utilizamos um repertório que adquirimos ao longo dos estudos e que usamos para nos apresentar em condições quaisquer.

Sob o mesmo ponto de vista no estudo do Jazz passamos pelos mais diversos estilos – swing, be-bop, hard-bop -, e frequentamos o repertório da música brasileira – samba e bossa-nova.

Mas como fazer uma gig?

Quando estudamos improvisação, acompanhamento, sabemos a harmonia, o arranjo mais tradicional, justamente para tocarmos cientes que resolvemos todos os problemas de início, meio e fim de cada música.

As interações de começo meio e fim se dão apenas no olhar, e até em uma conversa, em um argumento ao vivo combinando segundos antes da execução de cada música sua estrutura.

Poderia dizer que um músico que se dedica ao jazz e a música improvisada terá em sua carreira um número maior de gigs do que de shows. Veja só!

Aqui entendendo show como aqueles trabalhos totalmente ensaiados, com arranjo e arranjador, conceito e produtor, onde tudo está previsto. É algo então da tradição da música improvisada, usual na comunicação, mas com alicerces na partitura. Sacou?

Gig ou “guigar”, que também foi adotada como termo da comunicação para uma apresentação, é recorrente para nós músicos, da mesma forma tem feito muita falta em meio a pandemia que estamos vivendo.

Um músico quando se refere as suas apresentações costumam dizer conforme seu cotidiano: eu fiz vinte gigs esse mês, ou seja, eu fiz vinte apresentações esse mês.

Quer montar um repertório para gigs futuras? Comece pelos temas do REALBOOK. Fica aí uma dica importante para seus estudos.

Compreendeu? Vamos lá!

SHARE
Previous articleLecionar é importante para o músico se estabelecer?
Next articleO que é música boa?
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. Coordena as unidades Moema e Alphaville desde 2010. João Marcondes também atua na instituição em tarefas administrativas, é assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. É autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Seus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. É diretor e fundador da gravadora BAC Discos! www.bacdiscos.com/ Segue no instagram; https://www.instagram.com/joaomarcondesoficial/