O que é marcha-rancho?

Marcha-Rancho é um gênero brasileiro que possui cerca de 130 anos, e vem sendo registado desde as primeiras décadas do século XX no mercado fonográfico do Brasil.

Marcha-rancho é um exemplo de manifestação tipicamente urbana. De andamento lento, e com relação direta a marcha militar europeia.

A marcha composta com a palavra rancho designa o gênero. Um grupo de foliões reunidos para brincar o carnaval representam um “Rancho”.

Me segue no instagram! @joaomarcondesoficial

Quanto a forma

A composição da marcha-rancho possui normalmente duas seções. Habitualmente estabelecida em tonalidade menor, embora haja marchas-rancho em tom maior, ou que na segunda seção utilize de modulação paralela, ou modulação relativa.

O Carnaval no Brasil no século XIX se chamava “Entrudo”, utilizava do gênero como mote do desfile pelas ruas dos centros urbanos brasileiros de então – Salvador e Rio de Janeiro.

Compositores populares da chamada “MPB” compuseram obras nesse gênero. Destacando João Bosco com “Rancho da Goiabada” e Chico Buarque com “Noite dos mascarados” – em tom maior, com estilos bastante próprios.

Uma das principais canções do gênero Marcha Rancho é a canção de Zé Kéti “Máscara Negra” – obra prima do cancioneiro popular brasileiro.

Outro ícone que pode ser citado do cancioneiro brasileiro “Bandeira Branca”, marcha rancho típica, onde se percebe alguns clichês típicos do gênero, que compõe o texto logo no início.

Instrumentação

A instrumentação de desfile de rua possui metais como trompete, trombone, tuba, bombardino, oficleide, e até saxofones representando as madeiras, e pode haver violões, cavaquinhos. A percussão é representada por uma ou mais caixas de desfile e bumbo.

Vozes em coro contemplam a canção. Normalmente entoada pelo “Rancho”, as canções formam um enredo, cujo texto habitualmente trata de desencontros amorosos, e figuras carnavalescas clássicas do carnaval italiano – como pierrot e colombina. Mas que chegaram até temas mais politizados como na canção de Sérgio Sampaio.

Vale conhecer essa manifestação cultural brasileira! Musicalmente! E quem sabe vivencia-la em alguma região do Brasil – como São Paulo, Rio de Janeiro e Recife. Bailes de salão apresentam anualmente essa manifestação ou o repertório consolidado do gênero.

O conhecimento é um caminho sem volta! Aproveite!

SHARE
Previous articleE a trilha da série The Walking Dead?
Next articleMúsica brasileira em métrica ímpar
Primeiro me segue no instagram: joaomarcondesoficial! Eu sou o Professor João Marcondes! Sou coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Também coordeno programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. E coordeno as unidades Moema e Alphaville desde 2010. Também atuo na instituição em tarefas administrativas, como assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. Sou autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Meus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. Sou educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. É diretor e fundador da gravadora BAC Discos! www.bacdiscos.com/ Segue no instagram; https://www.instagram.com/joaomarcondesoficial/