O que é compasso composto?

compasso composto

O que é compasso composto?

Compasso composto é um método de escrita que predispõe abreviação.

Na teoria tradicional fala-se em uma espécie de compasso cuja a subdivisão é ternária. Se contrapormos ao compasso simples cuja a subdivisão é binária, surge a primeira questão.

O compasso composto institui sua primeira subdivisão como ternária, o que reforça o argumento de se tratar de uma escrita abreviativa de um compasso simples. Veja que as demais subdivisões são binárias do mesmo modo que um compasso simples com suas proporções matemáticas.

compasso composto

E quanto a comparação com o compasso simples?

Ao contrário do compasso simples, cuja a escrita estipula em sua fórmula ou signo de compasso o quantificador métrico no número superior, a escrita do compasso composto estipula a primeira subdivisão. Aí está a diferença!

Um compasso seis por oito, o número seis no quantificador trata da quantidade de subdivisões. Especificamente a primeira subdivisão. O número oito trata então da qualidade da primeira subdivisão. Lembrando que o número oito é o número que representa a figura da colcheia em uma fórmula de compasso baseado na proporção matemática do quadro de valores.

Observe que o compasso seis por oito é preenchido por seis colcheia resultando em uma unidade de tempo como uma figura pontuada.

O fato favorável de um compasso composto é o argumento da percepção por andamento. Em um compasso composto é possível perceber um pulso, aquele mais orgânico que se pode andar sobre ele. A organicidade desse primeiro pulso nos é experiencial, nos é humano; e há uma espécie de contra pulso que é o que se considera a primeira subdivisão ternária típica de um compasso composto.

Não estamos habituados a progredir em subdivisões ternárias continuamente, e já na segunda subdivisão do compasso regressamos ao padrão de subdivisão de proporção matemática binária. Observe:

  • A progressão matemática de um compasso simples é 1 – 2 – 4 – 8; um corresponde ao pulso, dois corresponde a primeira subdivisão, quatro corresponde a segunda subdivisão, e oito corresponde a terceira subdivisão.

 

  • A progressão matemática de um compasso composto é 1 – 3 – 6 – 12; um pontuado corresponde a unidade de tempo, ao pulso, três a primeira subdivisão, seis a segunda subdivisão, doze a uma hipotética terceira subdivisão – mas que não encontra respaldo prático, apenas teórico.

Falta muito! Devo ampliar essa publicação em breve, mas vamos as conclusões finais!

A característica central de um compasso composto é considerar a representação do pulso uma figura composta, ou seja, uma figura aliada a um ponto de aumento. Aí está a questão.

No aspecto musical por sua vez está a percepção de um pulso e de um contra pulso, este que subdivide o pulso, a primeira sensação, em três partes iguais.

As formas mais tradicionais de se pautar compassos compostos são seis por oito (binário composto), doze por oito (quaternário composto), e nove por oito (ternário composto) – este mais ocasionalmente.

Dúvidas? Escreva para joao.marcondes@souzalima.com.br

Como exemplo de compasso composto, vamos ouvir um Elvis? E depois que tal ouvir Música Brasileira em Compasso Composto?

Fique em casa! Depois #VemProSouzaLima

SHARE
Previous articleO que é compasso simples?
Next articleO que são compassos correspondentes?
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico das unidades Moema, Alphaville e Ribeirão Preto. Também é idealizador e coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. João Marcondes também atua na instituição em tarefas administrativas, é assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. É autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music.