Nomenclatura dos graus de uma escala maior

escala

Nomenclatura dos graus de uma escala maior

Primeiramente é preciso revalidar que estamos tratando de um aspecto melódico, e que mesmo que essas nomenclaturas emprestem terminologias para a questão das funções harmônicas, elas são primarias, uma avaliação preliminar a questão central da harmonia.

O primeiro grau de uma escala maior é denominado tônica, porque concede nomenclatura a estrutura escalar, porque representa estabilidade. Resolução.

O segundo grau é chamado supertônica, e essa terminologia não lhe concede mais importância, ou força, nome dado apenas por estar em um grau conjunto ascendente acima da tônica.

O terceiro grau é chamado de mediante por determinar a qualidade do modo, se maior ou menor.

O quinto grau é chamado de dominante, e observe que o quarto e o sexto grau estão atrelados a esta condição, o quarto é denominado subdominante enquanto o sexto superdominante. O primeiro por estar abaixo diretamente a dominante, o segundo assim, por estar acima da dominante.

Há até quem determine a nomenclatura do VI grau como relativo, que coincide com o ponto de vista da harmonia funcional. Prefiro ainda supertônica por separar as razões melódicas das razões harmônicas.

O sétimo grau é conhecido como sensível, por ser o elemento que gera instabilidade para o estabelecer da tônica, que se repetirá no VIII grau, já que toda escala tem um centro na terra, ou que esteve na terra, e outro no céu. Perdoe o trocadilho religioso, que não por coincidência ocorre.

A sensível reflete o fato de estar semitom abaixo da tônica de uma escala diatônica, que estabelece tonalidade. Verifique que nem toda escala possui sensível, por simplesmente não ser diatônica.

#VemProSouzaLima

SHARE
Previous articleComo uma pessoa se torna maestro?
Next articleQuem foi João Gilberto?
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico das unidades Moema, Alphaville e Ribeirão Preto. Também é idealizador e coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. João Marcondes também atua na instituição em tarefas administrativas, é assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. É autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music.