Na música há doze notas?

12 notas

Na música há doze notas?

Não. São sete notas musicais apenas. São doze alturas que consolidam proporções diferentes ao longo do registro de percepção humano e da prática musical. Desde que se consolidou o temperamento em música, no período Barroco, a música ocidental passou a ser organizada com sete notas musicais e doze alturas proporcionais.

O ouvido humano percebe sons entre 20 hertz e 20000 hertz. Hertz é a medida para quantidade de vibrações por segundo.

O lá mais grave que compõe as práticas musicais é de 27,5 hertz. O lá que concede referência de afinação ao temperamento é de 440 hertz, principalmente para a música fonográfica já que a música erudita de concerto se permite variações em lá 438 hertz e até 442 hertz.

Observe que lá 440 hertz gera uma proporção de 27,5 hertz – 55 hertz – 110 hertz – 220 hertz – 440 hertz.

O lá sustenido ou si bemol possui a frequência de 467 hertz como a mais próxima do lá 440 hertz. Trata-se de uma outra altura que se repete na percepção musical proporcionalmente, observe: 29,18 hertz – 58,37 hertz – 116,75 hertz – 233,5 hertz – 467 hertz.

Uma escala diatônica possui sete notas porque as notas exercem tensionamento e resolução entre elas. A escala de dó maior possui dó ré mi fá sol lá si, são sete notas, que poderão se repetir nas 7 oitavas e meia de registro ou tessitura presentes na prática do piano ou de uma orquestra sinfônica – já que se equivalem em tessitura.

Uma nota cumpre sua função em um perímetro diatônico. E esse perímetro é de 7 notas.

Lá sustenido e lá natural são a mesma nota, mas com alturas diferentes. Se ocorrer movimento entre elas, o que é comum desde o período Romântico, é chamado de movimento cromático, parecido com cromatismo das cores, correto? Um semitom cromático tem uma mesma nota com alturas diferentes.

Si bemol e lá natural são notas diferentes, e com alturas diferentes. Esse movimento é chamado diatônico, porque a possível observá-lo em uma escala diatônica, um cromatismo nunca será observado em uma escala diatônica, e quando aparecer na prática musical será momentâneo. Quando duas notas diferentes estão separadas por um semitom, formamos semitom diatônico.

Observar isoladamente pode não fazer tanto sentido, mas sair por aí falando e publicando na internet que são 12 as notas musicais – é muito complicado. E passa de uma informação que parece valiosa para um complicando a música.

Precisamos entender que altura e nota são coisas diferentes. A música ocidental atua de maneira grafada com 12 alturas que repetem suas proporções, mas são apenas 7 notas musicais.

Daí quando o estudante de música vira um vestibulando e comete essas gafes a culpa é de quem?

#FiqueEmCasa

Fuja das más informações.

Depois #VemProSouzaLima

SHARE
Previous articleEscrever em uma cifra sustenido ou bemol é a mesma coisa?
Next articleArranjo musical ou uma adaptação?
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. Coordena as unidades Moema e Alphaville desde 2010. João Marcondes também atua na instituição em tarefas administrativas, é assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. É autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Seus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. É diretor e fundador da gravadora BAC Discos! www.bacdiscos.com/