Música em compasso ternário!

O compasso que organiza o pulso constante de três em três tempos é chamado compasso ternário. Ou seja, de métrica ternária.

Você conhece alguma música em compasso ternário? Vamos então para alguns exemplos?

Identifique o PULSO CONSTANTE! A seguir escute o fluxo harmônico! O ostinado rítmico! Procure enfim a métrica ternária, que lhe trará o “um dois três”!

Primeiro um samba em compasso ternário, claro, como métrica modificada, já que habitualmente o samba é um gênero binário. “Cravo e Canela“, Milton Nascimento

Um hino da música brasileira: “Pra não dizer que não falei das flores” Geraldo Vandré.

Outro hino? “Romaria” Renato Teixeira, na voz de Elis Regina.

Entre as mais tradicionais formas do compasso ternário: “Valsa Brasileira” Edu Lobo e Chico Buarque. Na voz de um autor e da sempre surpreendente Mônica Salmaso.

Outra forma ternária na marcha-rancho dos amigos Wagner Barbosa e Demetrius Lulo, na voz da também amida Paula Mirhan. “Se essa rua“.

SHARE
Previous articleO que preciso saber para entrar em uma faculdade de música?
Next articleEAD em Cursos de Música
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico das unidades Moema, Alphaville, Ribeirão Preto e Lençóis Paulistas. É idealizador e coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular (extensivo e semi-intensivo), do Curso Técnico em Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, que ocorrem na unidade Paraíso. João Marcondes atua na instituição em tarefas administrativas como assistente de direção, e ainda é diretor da editora Souza Lima. É editor e autor do BLOG Souza Lima, com mais de quinhentas publicações (BR, ES e EN). É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Composições e obras disponível no Spotify, Deezer e iTunes Music.