Como se demonstra em partitura a troca de uma parte ou seção de uma música?

Como se demonstra em partitura a troca de uma parte ou seção de obra musical?

A pergunta trazida por um leitor é de muita importância para vestibulandos em música. Como se demonstra em partitura a troca de uma parte ou seção de uma música?

Estamos em uma fase de síntese, então procurarei ser rápido quanto a resposta. São duas formas para delimitar espaços que representam uma seção ou parte.

1| A troca de partes pode ser definida com barra dupla de mesma espessura colocada no final da seção. Para a música erudita sempre foi o suficiente.

2| A troca de partes pode ser definida a seguir da barra dupla de mesma espessura, através de uma caixa marcando a parte, com letra maiúscula do alfabeto, algo que também pode ser chamado de letras de ensaio – nos programas de edição de partitura.

As letras de ensaio talvez merecessem ser um terceiro ponto, por que os arranjadores normalmente correm o alfabeto independente da parte da música, da obra que foi fonte do arranjo, mas sim da parte específica do arranjo.

Ao vestibulando se espera conhecimento desse tipo de lógica de escrita, que vai contribuir demasiadamente para a apresentação da sua partitura para a banca examinadora.

Uma partitura é feita de pequenos detalhes. Para o compositor, se espera, controle sobre sua obra.

Observe uma partitura minha para perceber as variações de forma, as trocas entre as seções.

 

 

#VemProSouzaLima

SHARE
Previous articleÉ correto afirmar que o semitom é a menor distância da música ocidental?
Next articleQuais acordes básicos eu posso usar em um tom maior?
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. Coordena as unidades Moema e Alphaville desde 2010. João Marcondes também atua na instituição em tarefas administrativas, é assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. É autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Seus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. É diretor e fundador da gravadora BAC Discos! www.bacdiscos.com/