Como resolver um bloqueio criativo em música?

resolver bloqueio

Como resolver um bloqueio criativo em música?

Recentemente na pós-graduação que coordeno afirmei que o elemento mais oprimido da aprendizagem musical no Brasil é a criatividade. Como resolver um bloqueio criativo em música sem repensar a educação musical?

Poderia contar aqui uma dezena (ou mais!) de impulsos negativos contra a criatividade que observei em alguns dos meus professores.

Claro que algumas coisas lhes parecerão corriqueiras. Vamos lá:

1| Gravei um primeiro trabalho artístico. Ansioso levei ao meu professor, sedento por uma opinião, um comentário que funcionasse como incentivo. Eu tinha 19 anos.

Ele não quis ouvir comigo. Levou para casa o CD. Na semana seguinte entrei em sala só pensando nisso, aula individual de instrumento, e nada, nenhum comentário. No fim da aula não resisti e perguntei. Ele jogou o CD pra mim dizendo “esconde isso, não mostra pra ninguém, isso é péssimo”.

Estava tão ruim assim? Creio que não. Mas adianto hoje como educador que o ínfimo resultado de uma produção artística interessa ao processo que estamos envolvidos no desenvolvimento de nossas carreiras e obras. Sacou? 

Desci e tranquei a matrícula com esse professor.

2| Eu sou um apreciador da canção brasileira, também gosto de música erudita e instrumental, até de música experimental. Com 18 anos fazia letra e música, e gostava.

Já na faculdade ao comentar com meu professor, ele disse que música de verdade era apenas instrumental. Acreditei, eu era jovem. Resultado: fiquei dois anos sem escrever uma linha.

Removi isso de mim através de um amigo que quis ouvir minhas antigas músicas. Falei que não tocava, ele insistiu, disse que ele gostava, e ele cantou uma música minha quase inteira. Consegui através disso extrair esse pensamento opressor de mim.

Resultante

Comecei falando da minha formação, mas poderia estender esta reflexão no que observo em dez anos de coordenação pedagógica, ou dezoito anos lecionando nesta e em outras instituições, ou ainda em seis anos observando instituições de ensino da América Latina através da minha participação no Congresso Latino Americano de Escolas de Música – CLAEM.

O problema está no ensino. Não é preciso saber harmonia para compor ou ter um impulso criativo através da música. Muito menos é preciso tocar muito bem um instrumento para ser compositor.

Isso tudo são apenas aspectos, ou melhor, são ferramentas que devem auxiliar o processo criativo.

Caro leitor que sugeriu essa reflexão através de sua ansiedade, pense nisso! O que está te oprimindo? Qual parede que está em seu caminho?

Criei um curso para Composição Letra e Música! Saiba mais!

#VemProSouzaLima

SHARE
Previous articleDe onde veio a batuta?
Next articleHarmonia ou melodia? O que preciso saber para compor?
Primeiro me segue no instagram: joaomarcondesoficial! Eu sou o Professor João Marcondes! Sou coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Também coordeno programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. E coordeno as unidades Moema e Alphaville desde 2010. Também atuo na instituição em tarefas administrativas, como assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. Sou autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Meus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. Sou educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. É diretor e fundador da gravadora BAC Discos! www.bacdiscos.com/ Segue no instagram; https://www.instagram.com/joaomarcondesoficial/