Como lidar com os insultos que os músicos sofrem quando estão no anonimato?

Como lidar com os insultos que os músicos sofrem quando estão no anonimato?

Questão de um leitor, com ideia e fundamento importantes para a formação dos músicos, que é parte dos objetivos do meu trabalho como educador aqui em nosso blog.

Me segue no instagram que logo teremos conteúdos novos e irreverentes sobre a formação do músico.

Como lidar com os insultos? Nunca insultando. Como resposta aos ignorantes, uma devolutiva constrange menos que o silêncio. Se os insultos partem dos familiares, também silencie, mas se mantendo focado.

A resposta de fato, leitor, você vai dar com o tempo, quando a pessoa assistir suas conquistas.

Alguém que está em processo de consolidação profissional em música deve ignorar avaliações precoces. Ainda mais uma avaliação provinda de uma carga negativa, e normalmente leiga – de quem acha que ser músico é tocar em botequim.

Lidar com os insultos é uma questão de amadurecimento pessoal. Se fortaleça e tenha como exemplos músicos que estão a frente na jornada extrema que é a carreira do musicista. Esse fortalecimento está na sua cabeça e em um importante plano de metas.

Cria metas para sua carreira para os próximos sete anos. Deixando como projeto crescimento, e não financeiro, o financeiro vem por colheita. Se o financeiro for o objetivo corre o risco de você desistir vendo em outras árvores dinheiro que pareça mais fácil. E mesmo que essa facilidade lhe traga um dinheiro que será gasto com sua saúde no futuro.

A melhor maneira de lidar com quem nos diminui é o silêncio e o trabalho. É usar o insulto como energia. Como força e razão para solidificar ainda mais seus planos perante a música.

Vamos falar!

E se já está consolidada sua carreira, deseje felicidades para a pessoa. E um sonoro: vai cuidar da sua vida. Sacou?

SHARE
Previous articleO que é música boa?
Next articlePra tocar bem um instrumento é preciso estudar técnica?
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. Coordena as unidades Moema e Alphaville desde 2010. João Marcondes também atua na instituição em tarefas administrativas, é assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. É autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Seus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. É diretor e fundador da gravadora BAC Discos! www.bacdiscos.com/ Segue no instagram; https://www.instagram.com/joaomarcondesoficial/