Como estudar música, sozinho? Em sete passos

SETE PASSOS

Estudar música é uma aventura sem precedentes. Estudar sem o acompanhamento e orientação de um professor é um passo considerável para quem possui pouco tempo, ou pouco poder de investimento. Mas quantos passos são precisos para realizar este sonho?

A internet está aí para tantas coisas! Mas não foi a internet que inaugurou o estudar música sem o acompanhamento de um professor.

Aos instrumentos mais populares havia cursos de fita cassete, revistinhas de banca que prometiam aprendizagem fácil…

Havia também os bem-aventurados que saíam tocando sem se preocupar com nada, como se estivessem prontos desde que nasceram todavia são muitas variáveis para o primeiro aprendizado. Então vamos procurar consolidar sete passos para iniciar os estudos sem um orientador!

SETE PASSOS

Passo 1: Adquira um bom instrumento. Fuja das marcas mais baratas. Pesquise as melhores e as mais em conta, compare, e chegue a um valor intermediário para o primeiro investimento. Um instrumento ruim atrapalha o desenvolvimento.

Passo 2: Se informe com o vendedor ou com um luthier sobre os cuidados necessários para manter o instrumento em dia. Confirme cada informação, se preciso mais de uma vez. Você pode encontrar publicações a respeito de seu instrumento aqui mesmo em nosso blog.

Passo 3: Procure vídeos de músicos profissionais tocando o seu objeto de desejo, ou seja representado pelo seu instrumento escolhido. As referências do instrumento auxiliarão em como segurar. Lembre que não são professores, e sim são músicos atuantes. Procure ter mais de uma referência. Também aqui no BLOG para consolidar a execução do instrumento pesquise infográficos de posicionamento. Aqui está o de piano!

Chegamos a metade!

Passo 4: Verifique o que mais é preciso além do instrumento para seu desenvolvimento, por exemplo: pode precisar de uma estante de partitura (isso com certeza!), um apoio de pé ao violonista, palhetas para instrumentos de cordas pinçadas como a guitarra ou o cavaquinho, ou de sopro uma palheta específica ou um lubrificante, cabo, correia, etc… Esses materiais fazem parte do corpo de execução de um instrumento. Avalie e adquira o que for preciso.

Passo 5: Antes de mergulhar em cursos online, procure e adquira livros como referência do instrumento que escolheu. Cada instrumento possui uma matriz curricular, um tratado técnico específico. Esse livro matriz auxiliará nas dúvidas e cronologia do seu aprendizado. Uma das questões principais de quem estuda sozinho é a construção do conhecimento. Muitas vezes faltam peças.

Passo 6: Procure em sua residência um ambiente perfeito para seus estudos. Iluminado e arejado. Você também vai precisar de uma cadeira confortável.

Passo 7: Embora o repertório seja o objetivo final, organize seus estudos por tópicos desde o passo iniciante: sonoridade, desenvolvimento rítmico, percepção do instrumento (ouvir quem toca o instrumento, ver quem toca o instrumento, aprender observando), leitura do instrumento (se cifras, partitura, o que for objeto).

E lembre: O desenvolvimento é um processo relativamente longo. Não espere resultados rápidos. Invista tempo, e sobretudo dedicação. A aprendizagem musical está atrelada a repetição.

Novidades no BLOG

Nosso blog possui uma seção chamada “Instrumentos”.

A seção é diversificada:

1) Quais os problemas que podem ocorrer com meu instrumento?

2) Infográfico sobre o instrumento em questão.

3) Livros e referências bibliográficas de cada instrumento.

4) Entrevistas com instrumentistas, dificuldades do estudo, e sugestões de cada instrumento.

Se você não pode investir por enquanto nos estudos acompanhados por um professor, vamos contribuir da melhor maneira possível aqui no BLOG Souza Lima.

O conhecimento é um caminho sem volta!

Se agora é o momento, procure um professor para auxiliar em seu desenvolvimento!

Vale ressaltar que um sábio era aquele que detinha muito conhecimento oral. A escrita e depois os livros começaram a registrar esses conhecimentos, correto? O sábio então tornou-se o letrado, aquele que conseguia decodificar os símbolos da escrita. Agora, isso parece outro problema, com o surgimento da internet. O que fazer com esses recursos todos do mundo digital?

#VemProSouzaLima

Atualizado em 19 de agosto de 2019. Publicado em 17 de setembro de 2018.

SHARE
Previous articleO que são Cifras?
Next articleComo montar um coro amador em 7 passos
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. Coordena as unidades Moema e Alphaville desde 2010. João Marcondes também atua na instituição em tarefas administrativas, é assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. É autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Seus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. É diretor e fundador da gravadora BAC Discos! www.bacdiscos.com/