Como estudar musica brasileira? 

Como estudar musica brasileira? 

Para nós que queremos viver estudando a música brasileira, precisamos obter alguns critérios que perpassem as questões interpretativas, e objetive um senso completo da prática musical brasileira. Como estudar musica brasileira?

Devemos iniciar nosso trabalho com a escuta dos principais instrumentos populares e suas referências diretas no artigo Como estudar a música brasileira. Portanto, o segundo passo é passar agora ao repertório que fundamenta o estudo da música popular brasileira.

O repertório incluirá choro, samba, bossa nova, baião, frevo e maracatu. Os gêneros e ritmos da música brasileira mais difundidos internacionalmente.

E agora?

Antecipadamente defina um repertório introdutório com pelo menos duas músicas por gênero e estilo, pratique até atingir o progresso sugerido a seguir, avalie o repertório com base nas sugestões:

Bossa nova: Garota de Ipanema (Tom Jobim e Vinícius de Moraes), Wave (Tom Jobim), Batida Diferente (Maurício Enhorn), Rapaz de bem (Jonnhy Alf).

Com andamento entre 50 e 75 BPM para Wave e Garota de Ipanema. Entre 75 e 100 BPM para Rapaz de Bem e Batida Diferente.

Samba MPB: Incompatibilidade de Gênios (João Bosco e Aldir Blanc), Homenagem ao malandro (Chico Buarque), Canto de Ossanha (Baden Powell e Vinícius de Moraes), Berimbau (Tom Jobim – Vinícius de Moraes). Entre 70 e 115 BPM.

Baião: Baião (Luiz Gonzaga e Humerto Teixeira), Pau de Arara (Luiz Gonzaga), O ovo (Hermeto Paschoal e Geraldo Vandré), Ponteio (Edu Lobo). Entre 80 e 120 BPM.

Frevo: Vassourinhas (M. da Rocha), Cabelo de Fogo (Spok), Um frevo novo (Caetano Veloso), Segura meu braço (Capiba) Entre 120 e 170 BPM.

Choro: Um a zero (Pixinguinha), Assanhado (Jacob do Bandolim), Carinhoso (Pixinguinha), Brasileirinho (Waldir de Azevedo), Pedacinho do Céu (Waldir de Azevedo). Entre 65 e 110 BPM.

Em formação:

Todos os gêneros e até estilos (MPB e Choro) apresentados no repertório têm a segunda subdivisão do tempo como parâmetro comum no estudo da música brasileira. Exceto frevo, com a primeira subdivisão.

1) Memorize a melodia em uma região confortável do instrumento.

2) Prepare a harmonia em acordes comuns, a música brasileira usa muitas tríades, se a orientação for tríade não toque tétrades.

Vamos adiante. Bons estudos e estudando música brasileira. E me segue no instagram: @joaomarcondesoficial

SHARE
Previous articleQuais as características do Funk Carioca?
Next articleÉ verdade que a MPB acabou?
Primeiro me segue no instagram: joaomarcondesoficial! Eu sou o Professor João Marcondes! Sou coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Também coordeno programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. E coordeno as unidades Moema e Alphaville desde 2010. Também atuo na instituição em tarefas administrativas, como assistente de direção da instituição e diretor da editora Souza Lima. Sou autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Meus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. Sou educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Suas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. É diretor e fundador da gravadora BAC Discos! www.bacdiscos.com/ Segue no instagram; https://www.instagram.com/joaomarcondesoficial/