As características da Guitarra

as caracteristicas da guitarra capa 2

Um instrumento de cordas pinçadas que invadiu gêneros, ritmos e estilos. Do mais folclórico artista ao mais popular: a guitarra está presente como acompanhante, participante ou protagonista.

Brasil

A guitarra se tornou um instrumento de toda parte. A moda brasileira de Lanny Gordin, Hélio Delmiro, Heraldo do Monte e Olmir Stocker. Ou dos Mutantes e Beach Boys – argentinos, na verdade! Mas que introduziram o instrumento em terras brasileiras.

A guitarra que aderiu a linguagens tão típicas e para tanto se desenvolveu! E mesmo que para tal, contra quem sabe uma americanização da nossa música, até marcha fizeram. Só esqueceram do poder transformador que carregamos no foco de nossa miscigenação.

EUA

A guitarra do jazz americano de Jim Hall, Joe Pass e Pat Metheny. Do Blues e Rock, de Eric Clapton, George Harrison, Jimi Hendrix, ou do lendário B.B. King.

Para tudo que é conceito, lá está este instrumento, sabemos que a guitarra elétrica é um instrumento do mundo!

Vídeo-game ou guitarra?

Você pode até tentar se enganar tocando em um vídeo game, mas só quem toca realmente o instrumento sabe o quanto é prazeroso dominar a arte do guitarrista!

O que você sente ao tocar? O que sabemos é que a música conecta diversas fontes e movimentos, formas e rotinas. Tocar é realizar-se em um plano infinito.

Tantas e tantas referências, e tantas outras aos guitarristas que não caberiam em infinitas palavras, de afinação ou do meio tom abaixo, um tom, ou um tom e meio do metal. Dos drops, dos acordes invertidos, walking-bass ao power chord. E sobem e descem pentatônicas, modos, arpejos e escalas.

O conhecimento da guitarra está para tanto que o mundo se diverte com modelos únicos, e mesmo que não se adeque a fisiologia humana diretamente, a guitarra esteve no coração de cada jovem. De todos nós!

Aproveite o infográfico e supra suas curiosidades! O conhecimento é um caminho sem volta, e o blog Souza Lima aqui está para tanto auxiliar em seu desenvolvimento!

caracteristicas da Guitarra-instrumento

Opinião:

Nesse momento histórico a guitarra desapareceu da audição do jovem, se até a década de 1990, e princípios dos anos 2000, a guitarra estava estabelecida como protagonista fonográfica e hoje perdeu quase que totalmente seu espaço. Estamos falando a princípio do campo auditivo.

Certamente as inovações tecnológicas são responsáveis por essa variação. A utilização seguida de compressores, que justamente começaram a pipocar nos anos 1970, no mundo, e 1980 no Brasil, e que tinham a guitarra como elemento motor, hoje transformam os sulcos dos fonogramas em um filamento achatado, onde a sensação é de um tijolo de cerâmica liso.

O contínuo de variações fonográficas que permitia que cada instrumento aparecesse mais ou menos, desapareceu, não há mais o conjunto rochoso natural – perdoe o trocadilho.

Como ouvir, presenciar, sentir a existência de um instrumento se todos estão legados a compor algo liso onde não se escuta cada emissor sonoro individualmente?

Embora a música possua camadas, nos fonogramas estão tão achatadas que mal se percebe o que as compõe. Que falta faz a educação musical! Mas…

Há quanto tempo não há um grande solo de guitarra em uma música dominante no mercado fonográfico?

Claro, isso se reflete no interesse dos jovens ao aprendizado do instrumento!

Quem procura aprender um instrumento que não escuta? Ou quem quer aprender um instrumento que se conhece apenas pela menção ao nome – e se estamos também ensurdecidos por um bloco sonoro!

A guitarra que para as escolas já foi o grande filão comercial, perdeu espaço substancial para o estudo da técnica vocal. Constatação! A voz não é um rival! Mas que justiça se faz a diversidade? Tanto para os gêneros, quanto aos instrumentos.

Hoje tudo parece a mesma coisa!

Créditos:
Conteúdo e Texto: Professor João Marcondes
Infografia: Jean Forrer

Atualizado em 28 de setembro de 2018, e publicado originalmente em 29 de dezembro de 2017.

SHARE
Previous articleQual instrumento musical é o mais difícil de tocar?
Next articleO que é instrumento transpositor? Parte I
João Marcondes
Professor João Marcondes é coordenador pedagógico das unidades Moema, Alphaville, Ribeirão Preto e Lençóis Paulistas. É idealizador e coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular (extensivo e semi-intensivo), do Curso Técnico em Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical, que ocorrem na unidade Paraíso. João Marcondes atua na instituição em tarefas administrativas como assistente de direção, e ainda é diretor da editora Souza Lima. É editor e autor do BLOG Souza Lima, com mais de quinhentas publicações (BR, ES e EN). É educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Composições e obras disponível no Spotify, Deezer e iTunes Music.